Ótica na Ética 46 – Direito dos Advogados

No artigo desta semana, falaremos sobre os direitos dos advogados, art. 8º – 14 do EAOAB. Lembrando que a nossa série, Ótica na Ética, será organizada em questionário para que você consiga visualizar e compreender melhor o tema, ok?

Vamos juntos na preparação do XXV Exame de Ordem.

Contem comigo,

Prof.ª Daniela Menezes.

Questionário

Quais são os requisitos para a inscrição do advogado?

De acordo com o art. 8º do EAOAB, para a inscrição do advogado, é obrigatório:

I – capacidade civil;

II – diploma ou certidão de graduação em direito, obtido em instituição de ensino oficialmente autorizada e credenciada;

III – título de eleitor e quitação do serviço militar, se brasileiro;

IV – aprovação em Exame de Ordem;

V – não exercer atividade incompatível com a advocacia;

VI – idoneidade moral;

VII – prestar compromisso perante o conselho.

Quais são os requisitos para a inscrição do estagiário?

De acordo com o art. 9º do EAOAB, para a inscrição do estagiário, é obrigatório:

I – capacidade civil;

II – título de eleitor e quitação do serviço militar, se brasileiro;

III – não exercer atividade incompatível com a advocacia;

IV – idoneidade moral;

V – prestar compromisso perante o conselho.

Além disso, é obrigatório o estagiário ter sido admitido em estágio profissional de advocacia.

Em qual lugar é realizada a inscrição do estagiário?

De acordo com o art. 9º, § 2º, do EAOAB, a inscrição do estagiário é feita no Conselho Seccional em cujo território se localize seu curso jurídico.

Quais são as hipóteses de cancelamento da inscrição?

De acordo com o art. 11 do EAOAB, a inscrição do advogado pode ser cancelada quando:

I – assim o requerer;

II – sofrer penalidade de exclusão;

III – falecer;

IV – passar a exercer, em caráter definitivo, atividade incompatível com a advocacia;

V – perder qualquer um dos requisitos necessários para inscrição.

Quais são as hipóteses de licença da inscrição?

De acordo com o art. 12 do EAOAB, a inscrição do advogado pode ser licenciada quando:

I – assim o requerer, por motivo justificado;

II – passar a exercer, em caráter temporário, atividade incompatível com o exercício da advocacia;

III – sofrer doença mental considerada curável.

A sociedade de advogados pode ser constituída sem a necessidade de outro advogado?

Sim, a sociedade de advogados pode ser unipessoal, de acordo com a Lei n. 13.247/2016. Vejamos o artigo 15 do EAOAB:

“Os advogados podem reunir-se em sociedade simples de prestação de serviços de advocacia ou constituir sociedade unipessoal de advocacia, na forma disciplinada nesta Lei e no regulamento geral”.

Na próxima semana, vamos terminar o tema de sociedade de advogados, ok?

Sigam no instagram @prof.danielamenezes


Daniela Menezes – Advogada. Mestranda em Políticas Públicas pelo Uniceub, Professora Substituta do Uniceub, Advogada, Formação e Capacitação de Juíza Arbitral do Brasil, Europa e Mercosul.


 

Estude conosco e tenha a melhor preparação para a 2ª fase do XXIV e para o XXV Exame de Ordem!
matricule-se 3

O Gran Cursos Online desenvolveu o Projeto Exame de Ordem focado na aprovação dos bacharéis em Direito no Exame Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil. A renomada equipe de professores, formada por mestres, doutores, delegados, defensores públicos, promotores de justiça e especialistas em Direito, preparou um método online que dará o apoio necessário para o estudante se preparar e conseguir a aprovação. O curso proporciona ao candidato uma preparação efetiva por meio de videoaulas com abordagem teórica, confecção de peças jurídicas e resolução de questões subjetivas. É a oportunidade ideal para aqueles que buscam uma preparação completa e a tão sonhada carteira vermelha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *