5 atitudes essenciais para o advogado empreendedor

advogado empreendedorPor: Projeto Exame de Ordem | Cursos Online

Por Felipe Rodrigues Palhares

Desde que comecei a estudar empreendedorismo me tornei um divulgador desse tema, com uma visão especial para a advocacia. Alguns colegas, advogados, podem não concordar comigo, mas, para mim, a advocacia deve ser vista como um negócio. Assim, acredito que a advocacia tradicional, aquela baseada nos velhos paradigmas de que o advogado deve se preocupar somente com o conhecimento técnico jurídico, está ultrapassada, obsoleta e, em breve, deixará de existir.

E por acreditar fortemente nessa ideia resolvi escrever esse artigo, como uma forma de motivar e incentivar você a sair da zona de conforto. As informações aqui constantes foram cuidadosamente pensadas e elaboradas para você.

Você advogado que vai abrir seu próprio escritório. Você que já tem um escritório, mas quer mais, possui o desejo incontrolável de se aprimorar e evoluir no seu negócio. Você que possui desejo constante de aprender e se desenvolver. Você que acredita que para fazer diferente é necessário ser diferente.

Mas agora…se você não tem esse ímpeto, não está alinhado com o desejo de melhora constante, com a vontade do alto desenvolvimento ou não possui o mínimo de desejo de sair da zona de conforto, esse artigo não é para você. Se eu pudesse te dar um conselho seria: não leia esse artigo até o final.

Bom, vamos lá. Se você continuou lendo esse texto é porque, provavelmente, você já é um realizador da primeira atitude empreendedora. Meus PARABÉNS!

#1 BUSQUE CONHECER MAIS SEMPRE

Todo empreendedor deve buscar constantemente adquirir mais e mais conhecimento. Estar antenado somente para os acontecimentos na sua área de atuação não é mais suficiente. O advogado empreendedor deve se desenvolver em áreas estranhas ao direito o tempo todo. Em especial o marketing jurídico, desenvolvimento de pessoas e liderança, gestão de negócios, gestão financeira e autodesenvolvimento.

Ter consciência de que eu não sei tudo, muito menos domino todo o conhecimento do mundo, e é justamente por isso que preciso aprender diariamente, é o primeiro passo para a consciência de aprendiz constante, que é uma das atitudes mais importantes do advogado empreendedor, pois o mundo se transforma constantemente e com isso a forma como o cliente nos vê. Inovações tecnológicas, novas leis, novas tendências, novos clientes, novas áreas de atuação. Estudar torna-se, pois, um ato sem fim. É, também, condição intrínseca à posição de líder. Que nos leva a nossa segunda atitude do advogado empreendedor.

#2 APLIQUE OS MELHORES HÁBITOS DE LIDERANÇA

Seja um líder e não apenas um chefe. Enquanto empreendedor, você deverá ser o líder de outras pessoas, sejam colaboradores, fornecedores e prestadores de serviços ou outros líderes. A figura do líder é importante para que todos os colaboradores se mantenham motivados e comprometidos com o trabalho, mas é preciso saber se relacionar com eles, ter uma boa comunicação, saber o que os inspira e, sobretudo, manter o acompanhamento para que desenvolvam todo o seu potencial e nos ajudem a conquistar os objetivos do nosso negócio.

Se você não gosta de lidar com pessoas, você não será um advogado empreendedor de sucesso. Se esse é o seu caso, lhe digo, vá fazer outra coisa ou tenha um sócio que faça isso por você. Não é por acaso que grandes empresas se preocupam tanto com a formação de pessoas. É a união de várias competências e perfis que será, também, fator de sucesso do seu escritório.

Quanto maior for a multidisciplinaridade de sua equipe, maior será o seu diferencial no mercado. Pessoas com diferentes experiências profissionais e, primordialmente, diferentes olhares para o seu negócio irão enriquecer o seu escritório.

Estar atento a essas peculiaridades é tarefa de um líder e não de um chefe. Somente o líder conseguirá ter consciência de todas essas habilidades e canalizá-la de forma producente ao escritório.

Você como líder, deve ser referência dentro da empresa. Os valores da empresa são reflexos dos valores direcionados pelo líder (ainda que esses valores possam ser modificados e readaptados ao dia a dia da equipe). Em outras palavras o escritório será o espelho de seu líder e tudo o que ele representa para os seus liderados: se o líder for organizado, provavelmente as pessoas também serão; se o líder for motivado, provável que as pessoas lá estejam motivadas; se o líder é prudente e cuidadoso, seus colaboradores também irão refletir essas atitudes. Assim como os valores: responsabilidade, honestidade, justiça, gentiliza e outros.

Quando estamos prezando pelas pessoas, estamos prezando por tudo aquilo que o nosso escritório significa. Afinal, valorizar as pessoas deve ser o real negócio do nosso escritório. Todo o resto é derivação disso. Busque reconhecer as pessoas de sua equipe, suas culturas, suas habilidades, fraquezas e pontos fortes e, além disso, inspire-os e você será reconhecido como um grande líder. Mas agora…se você tem vocação para ser somente um chefe, deixar claro aos seus colaboradores a importância da hierarquia existente no escritório e como é importante que seja obedecida, já é o suficiente. Reflita, por qual perfil você deseja ser reconhecido?

#3 ORGANIZE O SEU TEMPO

Vivemos a era da troca de informações, da tecnologia na palma de nossas mãos e do tempo cada vez mais escasso. Você já deve ter percebido que o tempo é inimigo do advogado e, sendo empreendedor, você deverá ter tempo, ainda, para gerenciar o seu negócio, além das atividades mais específicas da área jurídica.

O tempo de um advogado costuma ser caro e escasso. Por isso é importante que o advogado empreendedor lance mão das diversas técnicas para a administração do tempo, como, por exemplo, padronização de rotinas, utilizar recursos tecnológicos a seu favor, definir prioridades e, principalmente, aprender a delegar.

Ser um advogado empreendedor com foco em liderança, busca constante por conhecimentos, estudar áreas correlatas e ainda superar os desafios do dia a dia, demanda planejamento e dedicação. Nos é exigido habilidades que não aprendemos na faculdade de Direito. Para que possamos desenvolver todas essas habilidades é preciso que saibamos gerenciar melhor tempo e sermos mais produtivos.

Dentre as habilidades que precisamos desenvolver estão: saber planejar, montar planos de ações, estabelecer metas para, então, colocar em prática. O que nos leva à nossa quarta atitude empreendedora.

#4 PENSE ESTRATEGICAMENTE

Quando decidimos empreender e até mesmo durante a jornada, temos um grande desejo de pular essa etapa de preparação e planejamento. No entanto, é preciso termos consciência da imprescindibilidade dessa fase. O planejamento é essencial para garantir a viabilidade e a sustentabilidade do nosso negócio – mais de 40% das falências dos empreendimentos está ligado à falta de planejamento e estratégia, ou seja, preparar o terreno antes de construir.

É bem verdade que em diversos segmentos e ramos do direito a atividade jurídica está saturada, mas que se preparar e organizar bem um negócio, pensando estrategicamente a partir de demandas do mercado, consegue diferenciar-se e conquistar seu espaço.

Mas quais fatores contribuem para um bom planejamento? É claro que se conhecer muito bem internamente é um dos principais fatores, com clareza de nossos pontos fortes, aquilo que nos diferencia dos demais e, também, dos nossos pontos frágeis, aquilo que precisamos desenvolver mais, evitar que aconteça e mitigar seus efeitos. No entanto, é fundamental voltarmos nosso olhar para o mundo externo, identificando as oportunidades e ameaças ao nosso negócio.

O ambiente externo, ao contrário do interno, comporta aqueles fatores que não podemos controlar ou modificar, mas podemos tirar proveito, como, por exemplo, a concorrência, captação de novos clientes, situação econômica do país, desenvolvimento do ramo de atuação (imobiliário, agrário, consumidor, telecomunicações, etc).

Ter clareza dos nossos objetivos e onde desejamos estar é fundamental para o desenvolvimento do negócio. Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve. Alinhe sua visão de negócio com seus objetivos e metas, identificando o estado atual do seu negócio e o estado desejável.

Planejar-se requer, também, visão sistêmica do escritório e todo o seu ecossistema, assim você estará mais preparado para as mudanças de mercado e incertezas do futuro, podendo transformar ameaças em grandes oportunidades e oportunidades em resultado. Mas lembre-se, não dedique tempo mais do que o necessário para o planejamento, colocar em prática é a nossa quinta atitude empreendedora.

#5 COLOQUE EM PRÁTICA

Depois de definirmos onde queremos chegar e planejarmos todos os passos que daremos para atingirmos nossos objetivos, é necessário caminhar. O advogado empreendedor deve ser um grande executor. Tirar o planejamento do papel é um grande desafio para a maioria das pessoas e, de fato, pode prejudicar o andamento do seu negócio.

Melhor do que ter grandes novas ideias é executar as ideias antigas.

Além de saber planejar muito bem, o advogado empreendedor sabe executar muito bem também. Se você ainda não tem a habilidade de tirar do papel, não se preocupe, há diversas técnicas para lhe ajudar a fazer isso, uma delas é manter suas metas e plano de ação sempre visíveis, ter realizado um planejamento adequado e alinhado aos seus valores, missão e visão de negócio, ter clareza de onde deseja chegar.

Manter-se motivado sozinho pode ser um grande desafio e, aqui, indico a ajudar profissionais que irão lhe ajudar a manter essa motivação e realizar o que foi planejado. Para isso você pode contar, também, com o nosso trabalho, somos especializados em atendimento a advogados e escritórios de advocacia. Temos conhecimento profundo do que é possível agregar ao seu negócio.

Se você gostou dessas dicas, se pode tirar bons ensinamentos, indique para amigos e colegas, um conhecimento só é válido quando é compartilhado.

Fonte: Migalhas

 Estude conosco e tenha a melhor preparação para a 1ª e 2ª fases do XXV Exame de Ordem!
matricule-se 3

O Gran Cursos Online desenvolveu o Projeto Exame de Ordem focado na aprovação dos bacharéis em Direito no Exame Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil. A renomada equipe de professores, formada por mestres, doutores, delegados, defensores públicos, promotores de justiça e especialistas em Direito, preparou um método online que dará o apoio necessário para o estudante se preparar e conseguir a aprovação. O curso proporciona ao candidato uma preparação efetiva por meio de videoaulas com abordagem teórica, confecção de peças jurídicas e resolução de questões subjetivas. É a oportunidade ideal para aqueles que buscam uma preparação completa e a tão sonhada carteira vermelha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *